The Best

The Best

quinta-feira, 3 de março de 2016

Otto Alencar admite estar ‘perdido’ em eleições e alerta filiados para não perderem ‘no tapetão’

O senador Otto Alencar (PSD) admitiu ainda não dominar o novo modelo de campanha eleitoral que entra em vigor em 2016, que não contará mais com o financiamento privado. “Me sinto completamente perdido em fazer uma eleição sem recursos. Não sei o tratamento que vou dar ela e olha que tenho vantagem de ter experiência”, afirmou o parlamentar. Otto revelou que considera que a disputa será de “alto risco” por conta do novo formato. “A vida inteira fizemos eleição com financiamento empresarial. Tem que fazer uma campanha compatível com aquilo que você vá apresentar de gastos, não pode ser prestação pequena com a campanha, todos os ingredientes muito grandes, propaganda, TV, rádio... vou até passar para todos os filiados, para não ganhar nas urnas e perder no tapetão”, declarou Otto. Ao Bahia Notícias, o parlamentar admitiu que as eleições deste ano também servirão como plataforma para as eleições majoritárias de 2018. “São elas [as eleições municipais] que norteiam quem vai chegar forte ou fraco em 2018. Temos vários partidos da base governista. O quadro é se sair bem em 2016. Quem sair forte, está credenciado para indicar a chapa majoritária, como aconteceu comigo. Em 2012, elegemos 63 prefeitos, o que me credenciou a ter o direito a ir para as majoritárias. Quem vai sair forte, quem vai sair fraco? ”, avaliou. No que tange ao PSD, o congressista ainda não se sentiu capaz de opinar se o desempenho será tão bom quanto ao que antecedeu sua eleição: “É muito difícil”, afirmou.