The Best

The Best

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Barragem de Pedras Altas tem apenas 17% de sua capacidade; reservatório abastece Gavião, Capela, Pintadas e mais 19 municípios

De acordo com informações de Paulo Vieira, gerente da EMBASA/Capim Grosso, a Barragem de Pedras Altas, com capacidade para 36 milhões de metros cúbicos de água, responsável no momento por 50% do abastecimento da Adutora do Sisal, envolvendo 25 municípios, 250 mil pessoas abrindo a torneira todos os dias, registra apenas 17% de sua capacidade, ou seja, sete milhões de metros cúbicos de água.

Já a Barragem de São José do Jacuípe, com capacidade para 360 milhões de metros cúbicos de água, responsável no momento pelo abastecimento em 50% da Adutora do Sisal, registra apenas 10% de sua capacidade, ou seja, 36 milhões de metros cúbicos de água, a quantidade de água da Barragem de Pedras Altas, na sua capacidade máxima.

Nas explicações de Paulo, olhando pelo lado técnico a situação é preocupante, com esperança sendo depositada nas chuvas de novembro, o que poderá mudar completamente o cenário de ambos os mananciais, caso a chuva não venha para fazer a diferença, a tendência é determinar novos medidas de fornecimento de água para as cidades beneficiadas com o abastecimento.

É bem provável que a Barragem de Pedras Altas, venha registrar diminuição na sua demanda ou até mesmo deixar a referida fonte de distribuição de água, situação que leva a população a contribuir com o trabalho de racionamento de água desenvolvido pela EMBASA, por conta da chamada seca verde.

Fonte: Arnaldo Silva